sábado, 14 de março de 2015

Sumo dos vinte anos





    Há dias em que dá vontade apenas de fazer sumo. Pegar nas laranjas, descascá-las sem pensar muito, cortar ao meio e espremer. Num daqueles espremedores da loja dos trezentos, que eu gosto pouco de máquinas de fazer sumo. Às vezes dá-me vontade de saltar esta que dizem ser "a melhor fase da minha vida" e fazer sumo para pôr na mesa de manhã, aquela que um dia vou preparar para o meu marido e para as minahs laranjinhas. Enquanto isso improviso sumo para mim própria, enquanto me sento com os meus colegas da faculdade, a ouvir umas músicas de quando éramos putos e a comer um carbonara feito à pressão depois de um dia de aulas e trabalhos. Às vezes dá vontade apenas de fazer sumo. Quero escolher as laranjas certas, descascá-las enquanto penso muito, cortar ao meio com a melhor faca e espremer. Num daqueles espremedores da loja dos trezentos, mesmo que não tenha assim tanto tempo para isso, daqui a uns anos. Quero pôr a melhor toalha na mesa, aos Domingos, saboreá-lo com calma, com ele e com as laranjinhas. Às vezes dá vontade de saltar esta que dizem ser "a melhor fase da minha vida". Ou então sou só eu a pensar que vou deixar de ser teen daqui a uns dias e que o desejo que anunciei antes, cada vez está a ficar maior e mais perto. 

Enquanto isso o meu pai trouxe três sacos de laranjas para casa. 

Ana Marisa 

3 comentários:

Marta Moura disse...

Muito bonito este texto!

Pedro Taveira disse...

Olá, escolhi-te para a Tag Liebster Award, uma TAG pensada para divulgar blogs que estão no seu início ou pouco divulgados, que tenham menos de 200 seguidores. No meu blog tens todas as instruções: http://diasporadossentidos.blogspot.pt/2015/03/liebster-award.html
Conto com a tua participação :)

Pedro Taveira disse...

Olá!
Era interessante saber as tuas respostas mesmo que não publiques no blogue. Estás à vontade!